Nós Construímos Joinville!

Formulário de busca

Palavras da Diretoria

Você está em: Página Inicial » Palavras da Diretoria » Calçadas em Joinville

24.04.2013

Calçadas em Joinville

 

O crescimento desordenado das cidades em todo o país deixou a desejar em uma série de questões essenciais para a qualidade de vida dos moradores. Trânsito caótico, falta de saneamento básico, poluição visual e sonora e uma série de outros problemas passaram a fazer parte da rotina de quem vive nos grandes centros.

A falta de planejamento adequado criou entraves também nos quesitos segurança do pedestre e acessibilidade. Escolhida pelo governo federal, Joinville é uma das oito cidades brasileiras a participar do programa Cidade Acessível é Direitos Humanos. E ter calçadas em perfeitas condições é uma das medidas para fazer jus ao título, garantindo o acesso e a segurança de quem caminha pela cidade.

Nos últimos anos, o poder público tem trabalhado na tentativa de padronizar as calçadas, exigindo que os proprietários de imóveis cumpram as regras na hora de construir os passeios. De 2009 a 2012, foram emitidas mais de 16 mil licenças para a construção de calçadas, mas a falta de manutenção ou o descumprimento das normas ainda é um problema.

Recentemente, o tema voltou ao centro das atenções em Joinville, com o projeto de lei complementar em discussão na Câmara de Vereadores de Joinville. A proposta de rebaixamento completo do meio-fio em frente a estabelecimentos comerciais nos bairros da cidade gerou polêmica. Hoje, o rebaixamento só é permitido em espaços para saída ou entrada de veículos, priorizando a segurança de quem utiliza as calçadas.

Assim como prevê o Código de Trânsito Brasileiro, a legislação em vigor em Joinville também deixa claro que os pedestres têm prioridade. Se todos se conscientizarem disso, andar pelas ruas será muito mais seguro. O próprio Plano Diretor do município, em seu capítulo VII, que trata da mobilidade e acessibilidade, assegura o favorecimento dos meios não motorizados (pedestres) sobre os motorizados; a priorização do transporte coletivo sobre o individual e a promoção da fluidez com segurança.

Como entidade representativa do setor, o Sindicato da Indústria da Construção Civil de Joinville continuará atento às discussões e aos encaminhamentos que serão dados pelo poder público, reforçando a preocupação com o desenvolvimento ordenado e sustentável da cidade. Para o Sinduscon, a acessibilidade e a segurança precisam estar sempre no foco das atenções em projetos e obras.

 

A diretoria

Sinduscon