Nós Construímos Joinville!

Formulário de busca

Palavras da Diretoria

Você está em: Página Inicial » Palavras da Diretoria » Sem risco de bolha imobiliária

11.06.2014

Sem risco de bolha imobiliária

O mercado imobiliário brasileiro se depara, de tempos em tempos, com especulações a respeito do risco de uma bolha imobiliária no país. Apesar das insinuações, o Sindicado da Indústria da Construção Civil de Joinville, com base em avaliações e análises de especialistas e entidades nacionais ligadas ao setor, acredita que não há motivos para preocupação.

Para o sócio-diretor da Brain Bureau de Inteligência Corporativa, Fábio Tadeu Araújo, há motivos consistentes para descartar qualquer risco de bolha imobiliária no país. Segundo ele, indicadores como o pleno emprego, com taxas de inadimplência no financiamento imobiliário de 1,6% a.m. – bem menor que segmentos como aquisição de veículos (5,2% a.m.) e cheque especial (9,3% a.m.) – e o crescimento da renda média acima da inflação são algumas das razões.

Os preços praticados atualmente, com o valor do m2 compatível com a renda per capita, são outro indicativo positivo, assim como o percentual médio de financiamento e a considerável entrada paga pelos proprietários, equivalente a 35% do valor do imóvel. Esse percentual minimiza o risco de especuladores serem atraídos para o mercado, diferentemente do que ocorreu nos EUA, onde a pessoa podia financiar até 120% do valor do imóvel. Atualmente, no Brasil, 95% dos consumidores compram um imóvel para uso próprio e dos 5% de investidores, apenas 20% pensam em revenda. Tudo isso, aliado à relação do crédito imobiliário sobre o percentual do PIB brasileiro (8,4%), derruba qualquer teoria ou suspeita de bolha imobiliária. Afinal, em nenhum país onde já tenha ocorrido o problema, esta relação era menor do que 50%.

Outra boa notícia, agora para o mercado joinvilense, é que os negócios andam favoráveis para o setor. Contratada pelo Sinduscon para elaborar o perfil do mercado imobiliário em Joinville, a Brain Bureau de Inteligência Corporativa apresentou recentemente aos associados os resultados e análises dos dados levantados no primeiro trimestre de 2014.

 

De acordo com a pesquisa, foram vendidos 471 apartamentos nos três primeiros meses de 2014, levando a um VGV (Valor Geral de Vendas) de R$ 124 milhões, o que resultou em um VSO (Velocidade sobre a Oferta) médio de 9%. “Para o tamanho do mercado da cidade, que está girando em torno de 2 mil unidades em estoque, a velocidade de vendas atingir uma média de 9% ao mês é excelente”, afirma o consultor.

O levantamento mostra também que, além de obter bons resultados nas vendas do que já foi lançado, o mercado continua com intenção de construção, o que é refletido no número de unidades verticais novas. Somente no primeiro trimestre, foram 465 novos apartamentos colocados à venda na cidade, distribuídos em seis empreendimentos. As informações completas da pesquisa estão disponíveis aos associados no site do Sinduscon.

 

A diretoria

 

Sinduscon Joinville


Deprecated: Function ereg_replace() is deprecated in /home/sindus/public_html/application/modules/site/controllers/PalavraController.php on line 135